08
Nov 12

Chamem-lhes nomes!

Quando o criador de palavras ia já a dar o seu trabalho por concluído, percebeu logo que se enganara. Cada palavra mostrava sinais de solidão e, pensando bem, ele também sentia a falta de qualquer coisa...

Foi nesse momento que lhe surgiu a ideia de criar palavras novas para acompanhar as já existentes.

Mas que ideia fantástica!

O criador, satisfeito, ficou a vê-las a formar pares:

O gato miou para a gata;

O sabichão conferenciou com a sabichona;

O ator contracenou com a atriz;

O leão foi caçar com a leoa;

O irmão brincou com a irmã (e irritou-a, claro está...!).

Mas o criador, a certa altura, afligiu-se. Então não é que, seguindo o seu exemplo, algumas palavras tiveram ataques de criatividade?!

O cão largou a correr com a cadela;

O bode namorou com a cabra;

O carneiro elogiou a lã da ovelha;

O cavalheiro deu o braço à dama!

Contudo, o criador pôde serenar e sentir-se, também ele, acompanhado. Ao seu lado estava agora uma criadora, que lhe deu a mão, e, juntos, saíram a criar mais palavras!

 

Margarida Fonseca Santos, Chamem-lhes Nomes!, Texto Editora, 2009 

sopa de letras - nomes

Queres saber mais? Clica e aprende...

 

E para saberes ainda mais...

clica aqui e depois no livro Chamem-lhes Nomes de Margarida Fonseca Santos e Afonso Cuz, Texto Editores e faz mais jogos e atividades.

publicado por clic@r e @prender às 15:03
tags:

Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
14
15
16
17

18
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


arquivos
pesquisar
 
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO
blogs SAPO